Uma música para alegrar essa tarde de quinta. Chama-se À l’enfant que jaurais (Ao filho que eu terei) e é do grupo canadense Okoumé. Abaixo a letra traduzida por esse que vos fala; para ouvir a música clique na imagem do álbum (desculpem o vídeo tosco no youtube, mas não achei a música em nenhum outro lugar)

Ao filho que eu terei

Eu te escrevo algumas frases para você, o filho que eu terei
Sei que isto é bizarro mas eu gosto de te contar
Porque quando você estiver aqui talvez eu não tenha a coragem
De te contar a vida como faria um velho sábio;
Chegando ao mundo você será frágil e pequeno
Boa parte do seu tempo você passará na cama
Você vai mamar na sua mãe e dar alguns arrotos
Colocar seu pé em tudo e depois cair num jornal;
Mas um dia você não vai me querer mais tanto
Será preciso que você vá à escola com os outros coleguinhas
Você gritará nomes, esticarão seus suspensórios
E sempre haverá um idiota para quebrar seus brinquedos;
No colegial eu te juro que não será melhor
Você fará várias idiotices para imitar os mais velhos
Entrará de quatro às três da manhã
Porque fumou haxixe com seus amiguinhos;
Trará uma garota todas as noites aqui em casa
Me dizendo para parar com meus grandes sermões
Você vai crer ser super-cool porque pode me desafiar
Se levantará todas as manhãs com ar de besta;
Mas quando decidir de partir daqui
Você verá correr uma lágrima sobre minha face
Pense bem, meu garotinho, é preciso sempre ser honesto
Viver com remorsos não é uma coisa boa;
Não hesite de telefonar, várias vezes por semana
Se você precisar de dinheiro ou se estiver triste
Vamos beber uma cerveja, eu te cantarei a música
Que escrevi quando esqueci de colocar uma camisinha.

Por: Agrado

Anúncios