Sempre acho fofo quando livros ou filmes envolvem culinária no seu enredo, principalmente quando fazem isso embutindo receitas ou dando dicas de como deixar seu assado mais suculento. Portanto, decidi postar alguns versos, extraídos das falas do personagem Ragueneau na comédia Cyrano de Bergerac (sem apologias com meu nome, Ok?):

 

TORTAZINHAS DE AMÊNDOAS E MODO DE AS FORMAR

Batam-se bem alguns ovos
-inda novos-
Nas ondas que a espuma trouxe,

Julia child- a mulher que ensinou a América a cozinhar

De cidra o sumo se deite,
Grosso leite,
Bom leite de amêndoa doce.

Passe-se dentro da lata
Fresca nata
Em formas de bom-bocado:
De damasco a borda peje-se;
E despeje-se
Gota a gota com cuidado.

Tudo na fôrma, de forma
Que essa fôrma
Vá para o forno; e – rendendo-a,
Sigam-se as outras; saindo,
Venham vindo
As tortazinhas de amêndoa.


Por: Agrado.

Anúncios