Faculdade


Ontem à noite me encontrei com Andrea e Sole num café atrás do teatro Guaíra. Apesar do trânsito pesado (descobrimos depois que era por causa de um show sertanejo e não da venda de ingressos do Chico Buarque…) e de outros acidentes de percurso que tiraram Sole do nosso rendez-vous, foi uma noite maravilhosa! Após alguns martinis, a conversa rumou para a o tema ‘família’. Ficamos algum tempo falando as manias de nossos pais e avós, sem constatarmos uma cruel realidade: estamos ficando iguais a eles!

Ao invés de lamentar esta triste realidade, achei melhor retratá-la de uma maneira mais cômica fazendo um breve check list de:

 
Como saber quando você está ficando velha
 
-Quando você chega em casa e ainda é 23h45h;
-Quando dormir menos de 8h por noite é algo inadmissível;
-Quando você bebe martini ou campari (o que, além de velha, te transforma numa vadia);
-Quando você gosta de coisas feitas de nozes, pistache, amêndoas ou passas;
-Quando dormir numa cama de solteiro é algo desconfortável;
-Quando dormir acompanhado numa cama de solteiro é algo impraticável;
-Quando você acha que o sistema solar tem 9 planetas;
-Quando você inclui nas suas conversas palavras como ‘glicólico’ e ‘retinóico’;
-Quando você sabe o que é mimeógrafo;
-Quando você convida seus amigos para tomar café;
-Quando é preciso contar há quantos anos você conhece seus amigos de faculdade;
-Quando você troca o nome das pessoas espontaneamente;
E a pior de todas
-Quando você acha que todas as épocas anteriores da sua vida foram melhores que a atual.
 

Por: Agrado

Anúncios

Na faculdade aprendemos projeto, desenho geométrico, teoria das cores e até antropologia, mas o principal, de como ganhar dinheiro, ninguém se deu o trabalho de ensinar.

Temos tempo, força de vontade e idéias maravilhosas. Misturamos tudo, colocamos pra assar e voilá, criamos uma masterpiece! Mas e agora?! No final das contas, quem vai achar lindo e mostrar pra todo mundo vai ser a sua mãe, e depois de um tempo sua bela masterpiece vai ficar no armário até ficar velha o suficiente para sua mãe dar para a vizinha.

Então para simplificar tudo, a grande força de vontade agora seria me jogar numa cadeira destas e ficar por um bom tempo…

Por: Manuela